quarta-feira, 9 de setembro de 2009

O Que Se Passa no Planeta Terra? ASAS Por Karen


O Que Se Passa no Planeta Terra? ASAS
CONTIDOS EM UM BOLSO DE PROTEÇÃO
Por Karen Bishop
01 de Setembro de 2009

Bem-Vindos!

Enquanto todos os nossos fragmentos dispersos começam a se organizar, uma nova cena de quem e onde estamos, está começando a se manifestar. E, além disto, as novas energias deste novo espaço de vibração mais elevada, são energias que são muito distintas das que conhecemos e experienciamos no passado.
Há um território muito vasto e aberto, disponível para nós agora. Eu recebi recentemente uma correspondência de uma leitora que descreveu que ela se comunica com os seus guias agora "gritando". Eu tive que rir, porque foi somente há alguns dias que eu estava falando com o meu e dizendo: "VOCÊ PODE ME OUVIR AGORA??!!!" A cada palavra, eu tinha que gritar! Muito de tudo está muito distante agora, pois este novo território tem bem poucos colonizadores e bem poucas colonizações. Mas, certamente, é uma nova terra, aguardando as nossas criações, e somente prova que estamos agora em algum lugar muito novo e diferente.
Na última Quarta-Feira passada, dia 26 de Agosto, nós abrimos caminho por outra parede de densidade, permitindo-nos experienciar realmente ainda mais das energias mais elevadas e a chegarmos ainda mais plenamente em um espaço dimensional novo e de dimensão mais elevada. Por cerca de três dias, alguns de vocês podem ter experienciado uma severa rigidez e dor no pescoço e nos ombros, pressão na cabeça, articulações dolorosas, sensibilidade nos músculos abdominais (um sentimento como se tivesse feito um dia de exercícios abdominais!), dores nos pés, novamente, olhos lacrimejantes e nariz obstruído, fluxos menstruais antecipados, dores nas costas, e pressão na cabeça, como alguns dos sintomas.
As alergias são também comuns com a ascensão, pois quando alcançamos subitamente uma vibração mais elevada interiormente, o exterior não se equipara mais, pois ele está agora com uma vibração menos elevada, e os nossos corpos interpretam isto como um intruso,,, portanto, liberamos histamina ou defesas de proteção. Talvez, ao sentir-se como se uma gripe secundária estivesse presente, esta, abrindo caminho pela densidade subitamente passou, e quando o fez, uma intensa calma, tranqüilidade e contentamento foi o resultado.
De muitos modos, nós estamos ainda sendo isolados, assim falando. Nós estamos sendo vitalmente protegidos por nossos amorosos zeladores de casa, enquanto completamos as etapas necessárias e continuamos a nos integrarmos plenamente em nossos novos espaços.
Desde o momento de nossa chegada nestes corpos aqui na Terra, nós tivemos os papéis de criar a vibração do planeta. Nós nos colocamos aqui na Terra para esta importante missão, sabendo sempre que era um "risco calculado". Durante este tempo, ainda que possa não ter parecido às vezes, nós estamos sendo amorosamente zelados e intensamente protegidos por nossas famílias estelares de origem (e para alguns, o livre arbítrio distorceu intensamente o curso e a experiência). Devido ao "plano" não ter se revelado como era esperado, pois muito das massas não estavam dispostos a se abrir e a mudar, nós fomos afastados agora e colocados em uma fortaleza, assim falando, até que as nossas novas residências aqui na Terra tenham sido consolidadas. Nós estaremos permanecendo aqui na Terra, contudo, e assim, nossos novos papéis estão sendo agora formulados. Nós estamos continuando com o plano, ainda que com menos almas do que pretendido e esperado (pelo menos por enquanto).
Ser "afastado" pode criar sentimentos interessantes para aqueles que são sensíveis e mais intensa e conscientemente conectados. Pode parecer que as coisas estão sendo orquestradas e cuidadas para nós. Podemos ter um novo sentimento de segurança, e que quaisquer experiências desagradáveis são coisas do passado. Nós somos sempre os principais criadores aqui na Terra, mas durante este período sensível, nós estamos obtendo uma quantidade rara e extraordinária de auxílio. Nós superamos muito (especialmente durante estes últimos dois anos), e poderíamos empregar uma pausa. Nossas famílias de origem das estrelas estão nos colocando em novos lares, aqui na Terra, e então, é nossa a responsabilidade de fazer a criação. Se escolhermos, nós podemos lhes pedir auxílio, mas são as nossas famílias estelares que estarão trabalhando para nós nos momentos que se aproximam... nós não estaremos, nem nunca, trabalhando para eles.
Este novo espaço em que temos um pé, é certamente aberto e amplo, vasto e imenso, e assim, muito de tudo pode parecer muito distante. Os projetos podem ter começado antes do solstício de Junho, mas parece que subitamente se dissiparam, pois as energias envolvidas com eles, foram talvez colocadas em algum lugar novo e diferente... um resultado da massiva reestruturação que era necessária. Mas quando as coisas realmente começarem a se solidificar novamente, estas energias remotas podem retornar para nós novamente, ainda que de modos novos e diferentes, ou até em formas diferentes. Em qualquer padrão, todas as energias serão diferentes... purificadas, estimulantes, relaxadas, e com uma tranqüilidade que temos ainda que experienciar.
Atualmente, então, nós estamos nos ajustando ou re-criando o que é que escolheremos criar nesta realidade muito nova. E o que estaremos criando será bem melhor do que pudéssemos ter imaginado. Pode ser desafiador criar tudo agora, porque muito será novo e diferente. Digamos que vocês estavam se preparando para adquirir uma nova casa agora, assim vocês poderiam estar averiguando em uma faixa específica de preço que se encaixe a que vocês possam atualmente dispor. O que está sendo oferecido nesta faixa de preço, pode não parecer adequado ou até o que vocês acham que merecem ou que têm obtido. Mas ao se lançarem em uma faixa de preço um pouco mais elevada, pode mudar o cenário de um modo massivo.
Nós estamos atualmente nos lançando em uma nova faixa de preço. As etiquetas estão sendo colocadas, as formulações estão sendo feitas, as coisas estão sendo moldadas e preparadas, e em breve, a nova faixa de preço será realmente uma possibilidade e muito certamente, uma realidade. E esta nova faixa de preço é somente o início... uma faixa de preço, assim falando, que será melhor em breve, mas que se expandirá ainda mais em tempos que se aproximam.
Deste modo, nós não podemos nos mover para os novos lares inteiramente, ainda. Mas o que podemos fazer, é nos ajustarmos com quem nós somos, o que estaremos oferecendo, e como nós nos adaptaremos a nossa nova realidade e a nossa nova residência no planeta. Nossas manifestações podem ter parecido inseguras e mudar a direção em semanas e meses recentes.
Isto não é indicativo das energias, mas de nós. Nós estamos mudando as nossas mentes à torto e à direito, pois as nossas situações continuam a mudar, e mudam também em relação com quem estaremos nos conectando, pois as nossas conexões servirão para sustentar intensamente as novas energias de vibração mais elevada. Nossos novos espaços físicos estão sendo mantidos para nós, até que comecemos o processo de oferecer os nossos novos serviços e criações a nossa nova realidade... e os nossos novos serviços atingirão o ponto culminante muito em breve.
Este processo está sendo criado como um quebra-cabeça de um quadro recortado. E enquanto cada peça do quebra-cabeça se solidifica e congela mais e mais, estas peças então começarão a se conectar com a outra. Estas peças não podem se conectar inteiramente ainda, pois elas não foram criadas. Nós chegamos a uma nova terra onde há pouca densidade. Criar um novo "nós", terá a ver com a formulação da pouca densidade que foi deixada intacta. Energias semelhantes se conectarão sempre com energias semelhantes, mas primeiro, precisamos identificar do que se tratarão os nossos envolvimentos ou similaridades, antes que possamos nos conectar uns com os outros e começarmos de um modo inteiramente novo. Eventualmente, tudo certamente se unirá.
Nesta nova terra, nós estamos muito abertos aos céus. As energias aqui são muito refinadas, tranqüilas, calmas, respeitosas, seguras e, absolutamente, mágicas. Estas são as energias a que precisaremos nos acostumar, pois estas energias refletem uma falta de densidade, e estas são as energias que formarão o nosso suporte principal. Nossos fones não estarão tocando fora dos seus ganchos, como em tempos passados, pois as únicas coisas que seremos capazes de nos conectar, são coisas que serão permitidas em nossos espaços, e coisas com as quais escolhemos aceitar ou interagir, pois elas nos apoiarão e sempre serão agradáveis. As conexões serão leves, tranqüilas e nos farão sorrir. (As conexões com fachadas são diferentes).
Isto está acontecendo agora de vários modos. Formar fila em uma loja e conectar-se com uma pessoa bela e amorosa, receber uma atenção excepcional e auxílio ao cliente durante tempos raros quando "lá fora", e assim por diante, são exemplos destas novas interações que estão agora disponíveis. Estar invisível se intensificará muito também. Nós estaremos intocáveis, ou realmente, muito distantes e despercebidos pelo velho mundo e pela tendência atual. Deste modo, literalmente nós estaremos quase invisíveis às energias de vibração menos elevada... mesmo as energias de vibração menos elevada com as quais ainda precisamos estar envolvidos, em relação ao velho mundo e seus sistemas. Muito simplesmente, nós não seremos vistos ou notados, a menos que escolhamos ser. Deste modo, nós estaremos muito seguros e protegidos, e nos conectaremos somente com as energias mais puras.
Este é o início da vida "do outro lado". Quando passamos o tempo no limite dimensional, ou na fronteira entre o velho mundo e a velha realidade e o nosso novo mundo e a nova realidade, as regras são um pouco diferentes. Quanto mais estivermos envolvidos pelas energias mais densas, mais nos tornaremos uma parte delas, e teremos uma experiência muito diferente. Esta experiência está detalhada no Portal do Céu, pois limites específicos precisam ser estabelecidos quando interagimos com as energias mais densas... elas freqüentemente gostam de nos drenar, nos usar, são ingratas, e podem ser desrespeitosas.
Quando retornamos por longos espaços de tempo, precisamos somente voltar até as nossas fachadas no limite dimensional. Assim, quando trabalhamos com estas energias no limite através de nossas fachadas, pois nós precisamos ainda de auxílio monetário até que eventualmente não precisemos, teremos um pouco de uma experiência diferente do que temos quando do outro lado. E sim, as nossas fachadas podem ainda se referir ao serviço, mas elas precisam ser formadas de clientes que pediram muito distintamente e que estejam dispostos e abertos as nossas próprias áreas individuais de habilidades.
A fim de termos tão pouca interação quanto possível com o velho mundo, tivemos que deixar ir muito a fim de alcançarmos este novo "outro lado". Deixar ir muito foi necessário a fim de sermos capazes de começarmos de um modo inteiramente novo. Quando somos intensamente abrigados pelas energias mais densas por quantidades substanciais de tempo, as energias mais densas dentro de nós que estiveram adormecidas devido ao processo da ascensão, são facilmente ativadas novamente. Deste modo, pode parecer como se tivéssemos recuado ou que talvez nada tivesse mudado. Nós nunca eliminaremos ou transmutaremos toda a nossa densidade... a densidade restante, dentro de nós, simplesmente fica adormecida, e não pode existir pois nada tem naquele nível de densidade para ativá-la quando começarmos a existir nos reinos mais elevados.
Assim então, atualmente estamos instalando as nossas novas residências e fazendo grande progresso com o invisível, ainda que alguns de nós possamos não estar totalmente conscientes do que está sendo formulado.
Com "o visível" é um bom momento para unir as nossas novas ofertas, de novos modos, e com um novo "nós". Como nós estamos existindo agora em muitos degraus diferentes, ainda que tenhamos chegado a algum lugar novo, nossas novas ofertas refletirão onde todos e cada um de nós aterrissamos mais recentemente e com o que estamos agora nos adaptando.
Após formularmos o que estaremos oferecendo, aquilo que esteja em alinhamento com os nossos eus verdadeiros e autênticos, e o que esteja em alinhamento com os nossos novos papéis, eventualmente chegaremos a espaços geográficos muito novos também (e podemos até transformar nossos velhos espaços também, sem irmos a algum lugar novo e diferente). Enquanto as coisas progridem mais e mais, nós começaremos a nos conectar, e, finalmente, começaremos a criar uma realidade muito nova aqui na Terra.
Há realmente muito a comentar aqui em uma mensagem de ASAS, relacionado a este processo, ao novo mundo, como serão as coisas, e o mais importante, nossas novas estruturas e o novo "nós". Eu estou no processo de criar o próximo mini livro eletrônico, e ele explicará coisas de um modo muito mais preciso e detalhado, e como tudo isto se relaciona ao que sentimos e experienciamos, e os destaques da jornada.
Com muito amor e gratidão,
Karen
Tradução: Regina Drumond: reginamadrumond@yahoo.com.br
O Direito Autoral Universal 2008 está legalizado aqui. Por favor distribua livremente desde que as URL http://www.whatsuponplanetearth.com e a do site em português oficial estejam incluídas como a fonte e esta informação seja distribuída sem cobranças e sem nenhuma base comercial.
Gostou! Indique para seus amigos.


Loading...

Pesquisar este blog

World Clocks

Ocorreu um erro neste gadget