terça-feira, 23 de junho de 2009

APENAS PALAVRAS


Que as palavras que eu escrevo
possam voar na emoção
daquele que por amor
um dia se calou!
Que as palavras que eu escrevo
possam voar nos ares dos
ventos das montanhas
e acariciar o coração
daquele que sofreu!
Que as palavras que eu escrevo
possam voar nas estrelas
de cada anoitecer
e enxugar as lágrimas
daquele que sente saudade!
Que as palavras que eu escrevo
possam voar nas linhas da verdade
da humildade e levar um sorriso
mesmo que triste nos lábios
daquele que vive na solidão!
Que as palavras que eu escrevo
possam voar nas asas da esperança
e juntar cada pedaçinho do coração
daquele que ao chão
foi partido por uma traição,
e ensine ao mesmo o perdão!
Que as palavras que eu escrevo
possam voar na magia do encanto
transformando o pesadelo
daquele que não acredita em
sonhos de poesia...
Que as palavras que eu escrevo
possam voar livres e cheias de amor
pelo mundo mesmo sem usar meu nome.

(Moisés Jordão)
E que as palavras que eu escrevo...
Possam se unir às tuas...
E germinarem juntas nos canteiros da poesia...
Aquilo que na humanidade falta...
União, liberdade e amor de verdade!
Loading...

Pesquisar este blog

World Clocks

National Geographic POD